Manifestações a parte

by

A Avenida Paulista foi palco de manifestações na última semana. Na sexta-feira, (19) políticos do PT e representantes de centrais sindicais, como a CUT (Central Única dos Trabalhadores) e da União Geral dos Trabalhadores (UGT) se uniram em frente à sede da Petrobrás, na altura de número 900. A manifestação, que durou das 10h às 16h teve como objetivo protestar contra a CPI da Petrobrás, criada, mas ainda não instalada no Senado para investigar irregularidades na estatal e na Agência Nacional do Petróleo.

 Com o lema “O Petróleo tem que ser nosso!”, os manifestantes têm como objetivo pressionar o governo federal para que ocorram mudanças nos artigos da Lei do Petróleo. Além disso, clamam que a Petrobrás volte ao controle total do Estado e que haja revogação do artigo da lei que marca o fim do monopólio estatal sobre a produção e o direito de refinaria de petróleo.   

foto gu

Créditos: Agência Estado

 Na Avenida, dois carros de som eram usados como material de apoio dos manifestantes, embora sem causar transtorno ao tráfego. Cinco balões de ar com símbolos da CUT e Sindicato dos Trabalhadores Energéticos do Estado de São Paulo (Sinergia) haviam sido colocados al lado do prédio da Petrobrás.

O principal alvo dos manifestantes foi a CPI do Senado que vai investigar irregularidades na estatal. “A CPI é um instrumento político para prejudicar a Petrobras e criar problemas para a empresa”, afirmou Antonio Carlos Spis, integrante da executiva nacional da CUT.

Fonte: Folha Online 19 de junho de 2009

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: